1452782628-1001084425

Depois de quase cinco meses desaparecido, o corpo do microempresário Pedro Ventura foi encontrado no fim da tarde dessa quarta-feira (13) no povoado Saramandaia, às margens da MA-122, no município de Buritirana. O corpo, já em avançado estado de composição, foi levado para o Instituto Médico Legal (IML), em Imperatriz, nesta quinta-feira (13) e reconhecido pela família.

Segundo as primeiras informações, crianças estavam coletando frutas em uma mata no povoado Saramandaia, no fim da tarde de ontem, quando teriam se deparado com o corpo em um saco preto amarrado e enrolado em
um material, aparentemente, um tapete. O corpo estaca enterrado em uma cova rasa.

As crianças teriam avisado o dono da fazenda, que acionou a Polícia Militar nesta quinta-feira. Peritos do Instituto de Criminalística (Icrim) e do Instituo Médico Legal (IML) foram até o local e recolheram o corpo, que aparentava um homem, barbudo, cabelo baixo e trajando calça. O corpo foi reconhecido pela família como sendo de Pedro Ventura.

Pedro Ventura residia na rua Minas Gerais, no bairro Maranhão Novo, em Imperatriz. Segundo a Polícia Civil, ele foi visto pela última vez na tarde do dia 21 de agosto, em companhia da ex-mulher, de quem se havia divorciado no dia anterior. Desde então a polícia vinha investigando o caso, mas o corpo ainda não havia sido encontrado. Os acusados do crime, a ex-mulher de Pedro, Célia Ribeiro, e os irmãos dela estão presos no Complexo Penitenciário de Pedrinhas.

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: folhadobico@hotmail.com que iremos analisar.