vigilancia sanitário

A Vigilância Sanitária de Araguatins vem intensificando um importante trabalho no tocante a saúde pública. Mensalmente, os fiscais sanitários vão a dois pontos de coleta para apanhar amostras para realização de análise da qualidade da água fornecida pelo Serviço Municipal de Água e Esgoto (Semusa), aos consumidores de Araguatins.

O grande problema da ação é que os resultados não são divulgados. Nossa equipe esteve na manhã desta quarta-feira, 20, na sede do órgão para averiguar os relatórios dos exames, medir a desempenho de 2015 e fazer a publicação. A princípio, o direto da Vigilância Sanitária, Walisson Ferreira de Sousa, concordou com a divulgação, mas no final da conversar e orientado por um assessor responsável pelos dados, recuou e disse que necessitava de um documento solicitando os dados, pois não tinha autonomia para liberar os documentos.

Contudo, o diretor da Vigilância esclareceu alguns questionamentos. Walisson explicou que a equipe colhe as amostras em dois locais, um na Estação de Tratamento e outro na Estação de Distribuição, que são enviados para o laboratório Lacen, na cidade de Araguaína. Walisson afirmou ainda que a partir de 2016, o órgão também passa a colher amostra mensal da água usada por moradores de Araguatins, buscada no Instituto Federal. Segundo o diretor da Vigilância, os testes de janeiros já foram enviados para o laboratório com a amostra do IFTO.

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.