IMG-20160117-WA0001

Na tarde deste sábado, 16, policiais civis da Delegacia Regional de Colinas do Tocantins, comandados pela delegada Olodes Maria Oliveira Freitas, deram cumprimento a três mandados de prisão temporária, na cidade de Pequizeiro, os quais resultaram na prisão de Advaldo Pereira da Silva, de 39 anos, José Antônio Alves da Silva, de 27 anos e Wagner Gomes da Silva, de 24 anos de idade.

Os três indivíduos são suspeitos de participação na tentativa de homicídio contra o dono de um mercado, fato ocorrido no dia 3 de dezembro de 2015, em Colinas. Na época dos fatos, a vítima foi atingida no abdome por três disparos de arma de fogo, mas foi socorrida e levada, em estado grave, ao hospital Regional de Araguaína, onde passou por cirurgia, ficou internada na UTI, mas sobreviveu.

Conforme apurado pelos investigadores da Delegacia Regional de Colinas, o crime teria sido cometido a mando de Advaldo, também conhecido como “Devaldino”, o qual pagou a quantia de R$9.000,00 mil ao executor, que ainda encontra-se foragido. Durante as investigações também foi apurado que a motivação do crime seria passional e que José Antônio teria dado suporte ao autor, indo até o estabelecimento comercial de propriedade da vítima e filmado o local, em companhia do executor identificado até o momento pelo nome de “Jordânio”.

Wagner teve participação no crime, uma vez que conduziu a motocicleta que levou o executor até o mercado no dia do crime. Durante o cumprimento dos mandados de prisão, Advaldo também foi autuado em flagrante pela prática do crime de posse irregular de arma de fogo e munições de uso permitido. Ainda de acordo com a delegada, as investigações foram intensificadas no sentido de localizar e prender, o mais rapidamente possível, o quarto envolvido na trama criminosa.

Após os procedimentos cabíveis, os três suspeitos presos foram recolhidos à carceragem da Cadeia Pública de Bernardo Sayão, onde permanecerão à disposição do Poder Judiciário. Com mais essas três prisões realizadas, a Polícia Civil de Colinas do Tocantins já elucidou um caso de homicídio e uma tentativa de homicídio, em menos de cinco dias.   (Rogério de Oliveira)

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: folhadobico@hotmail.com que iremos analisar.