teste

O homem apontado pela polícia como o mandante da morte dos próprios pais e do irmão mais velho na madrugada do dia 6 de janeiro, em Altamira, no sudoeste do Pará, ocupa uma cela separada no Centro de Recuperação Regional de Altamira (CRRALT). De acordo com a Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe), a decisão foi tomada por medida de segurança e enquanto a Justiça não autoriza a transferência do detento para outra unidade prisional da capital paraense.

O casal de empresários Luís Alves Pereira e Irma Buchinger Alves, e os três filhos deles estavam na casa da família quando criminosos invadiram o imóvel no último dia 6 de janeiro, em Altamira. Os suspeitos renderam o casal e o filho mais velho, Ambrosio Buchinger Neto, e usaram fita adesiva e um cadarço de sapato para cometer o crime.

Em um primeiro depoimento, Henrique contou que ele e a irmã caçula foram algemados e trancados no banheiro, mas teriam conseguido escapar por uma janela e pedir ajuda para a polícia. Porém, o delegado geral da Polícia Civil, Rilmar Firmino afirmou, na última terça-feira (26), que de acordo com as investigações, Henrique seria o mandante do crime e assistiu à morte dos pais.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: folhadobico@hotmail.com que iremos analisar.