Sem título

Policiais civis e militares prenderam em Belém neste domingo (24), 47 pessoas e apreenderam dois adolescentes suspeitos de envolvimento em um esquema para tentar fraudar o concurso do Corpo de Bombeiros Militar do Pará. Segundo a polícia, um dos presos, com apoio de outros comparsas, iria enviar toques de celular correspondentes às supostas alternativas corretas da prova, aplicada no domingo (24).

O grupo foi detido inicialmente pelo serviço de inteligência da Polícia Militar no bairro do Tenoné, distrito de Icoaraci. Eles detiveram um dos suspeitos, que estava com um caderno com as anotações das supostas respostas, em um colégio perto da escola onde ocorria o concurso.

A partir disso, as demais pessoas que estavam dentro da escola fazendo o concurso, entre as quais militares das forças armadas, também foram detidas suspeitas de participar do esquema. Todos os telefones celulares foram apreendidos para apuração.

Os suspeitos foram conduzidos para a sede da Divisão de Investigações e Operações Especiais (DIOE), para responder por tentativa de fraude em certame de interesse público, com base no artigo 311A, do Código Penal, que prevê pena de 1 a 4 anos de reclusão. As investigações prosseguem sob a responsabilidade do delegado Aurélio Paiva, da DIOE.

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.