image

Comandando o Tocantinópolis pelo quinto ano seguido, o técnico Neto Costa acredita que o TEC tem condições de passar pelo Juventude na primeira fase da Copa do Brasil. O treinador, no entanto, está temendo a questão de logística, pois quando o Verdão do Norte for jogar em Caxias do Sul, provavelmente, na segunda quinzena de março, estará muito frio na serra gaúcha. “O sorteio com o um time conhecido do cenário nacional foi bom. Sabemos que não será fácil passar por eles, mas estamos aqui justamente para isso para lutar e levar o TEC à segunda fase”, aposta o treinador. Mas para ocorrer o jogo da volta, o representante do Tocantins não pode perder por uma diferença superior a dois gols.

Neto Costa nos últimos quatro anos no comando do TEC foi quarto colocado, duas vezes vice-campeão e campeão Tocantinense no ano passado, após quebrar um jejum de 12 anos sem conquistas.

O Juventude foi campeão da Copa do Brasil em 1999 e não disputava a competição desde 2012. Esta será a segunda vez que o Tocantinópolis disputa a competição nacional. A primeira ocorreu em 2003, quando enfrentou o Vitória. Jogando no Ribeirão, perdeu por 2 x 1. Na Bahia, venceu por 1 x 0, porém, foi eliminado pelo saldo de gols.

Apresentação

Costa vai conversar com a diretoria para que o time possa iniciar os treinamentos pelo menos um mês antes do início da Copa do Brasil, que está prevista para começar no dia 16 de março. Segundo o treinador, seria uma tempo razoável para preparar o elenco, já que o Juventude estará em atividade. O time gaúcho está desde o início de janeiro trabalhando, pois o Campeonato Gaúcho começa no dia 30 deste mês, e a equipe enfrentará o São Paulo (RS), em Caxias do Sul. A boa notícia, no entanto, fica por conta da manutenção de 70 a 80% do plantel que foi campeão no ano passado. Costa disse que os jogadores já estão apalavrados e aguardando apenas a definição da data de apresentação. “Um dos motivos da maioria estar retornando ao TEC é que mostrei a eles que o clube disputará seguidamente a Copa do Brasil, o Tocantinense e o Brasileiro da Série D. Com isso, os jogadores estarão em atividade pelo menos uns oito meses”, destacou Costa e, com isso, acredita que os jogadores não irão desperdiçar esta oportunidade.

O adversário sorteado foi o Juventude, mas o time do Tocantins se tivesse tido outra sorte poderia enfrentar num grupo já pré-definido pela CBF, o Sampaio Corrêa (MA), CRB (AL), Fortaleza (CE), Salgueiro (PE), Cuiabá (MT), Botafogo (PB), Londrina (PR),Nacional (AM) e Rio Branco (AC).

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: folhadobico@hotmail.com que iremos analisar.