Nesta sexta-feira (12), oito suspeitos de integrar quadrilha envolvida em roubos a bancos, entre eles um policial militar, foram presos em operação policial em Capitão Poço, nordeste do Pará. Segundo a polícia, a quadrilha atuava na modalidade conhecida como “vapor”, na qual os assaltantes chegam ao município atirando, fazendo reféns, invadem bancos e fogem rapidamente.

A operação foi coordenada pela Polícia Civil do Pará e do Maranhão. Dentre os presos, seis tiveram mandato judicial de prisão, outros dois foram presos em flagrante com drogas e armas ilegais e um policial militar lotado no município.

Com os presos foram apreendidas armas, drogas e roupas camufladas que eram usadas nos crimes. As prisões resultam de investigações iniciadas após dois roubos a bancos que, de acordo com a Polícia, foram cometidos pelo grupo.

O primeiro caso ocorreu em 30 de outubro de 2017, em Capitão Poço, quando bandidos atacaram uma agência do Banco do Estado do Pará (Banpará) usando explosivos. O outro assalto ocorreu em Zé Doca, no interior do Maranhão, na madrugada do dia 4 de janeiro de 2018, quando os bandidos também usaram explosivos para explodir um cofre e assaltar a agência do Banco do Brasil local.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.