O Ministério da Educação (MEC) lançou nesta sexta-feira, 29, uma campanha de combate ao mosquito Aedes aegypti, com a mobilização de toda a comunidade acadêmica de órgãos da rede nacional de ensino.

A Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica aderiu ao movimento com a campanha “Faxinaço! Institutos Federais contra Aedes aegypti”. O Instituto Federal de Educação, Ciências e Tecnologia do Tocantins (IFTO), campus Araguatins, abraçou essa mobilização e convocou suas unidades a promoverem ações de combate ao mosquito transmissor dos vírus causadores da dengue, zika e chikungunya.

Na próxima sexta-feira, 5, a reitoria do IFTO vai realizar dedetização nas dependências físicas do prédio e limpeza das caixas d’agua. Também foram repassadas orientações para os colaboradores acerca da limpeza em jardins, banheiros, laje, calhas, lixeiras, reservatórios e depósitos. “Diante do cenário nacional que estamos passando, de um aumento considerável no número de doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti, o IFTO, como um órgão de gestão pública, deve se atentar a todas as prevenções possíveis para auxiliar o Estado e os municípios na tentativa de amenizar os problemas causados por esse mosquito” afirmou o pró-reitor de Administração Rodrigo Gori.

Em comunicado aos dirigentes dos campus o reitor do IFTO, Francisco Nairton, reforçou o pedido de engajamento de toda a comunidade acadêmica na campanha. Nairton informou que uma reunião com o Ministério da Educação, reitores e pró-reitores de Extensão será realizada no próximo dia 2, em Brasília, para tratar das ações do MEC no combate ao mosquito e sobre as estratégias de divulgação e intensificação da campanha nas escolas.

#ZicaZero

Com a mobilização, o Governo brasileiro pretende envolver todos servidores públicos federais, objetivando inspecionar e eliminar possíveis focos do mosquito e seus criadouros em todos os prédios federais no país. Todos os órgãos receberam comunicação eletrônica, alertando sobre a importância e a necessidade dessa mobilização coletiva para combater o mosquito e difundir informações no ambiente de trabalho. (Ascom)

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: folhadobico@hotmail.com que iremos analisar.