O fato aconteceu na madrugada de sábado, 20, no centro da cidade de Araguatins. A Polícia Militar (PM) realizava patrulhamento quando depararam com uma condutora de um carro dirigindo o veiculo Chevrolet, cor preta, ao ser abordada, a PM verificou que ela não portava a documentação de porte obrigatório. O veículo foi conduzido para o pátio do quartel e a condutora liberada.

No momento da abordagem ao primeiro carro, o professor de 42 anos de idade, conduzia o veiculo Chevrolet Colbat, cor prata. Ele parou e se dirigiu aos policiais militares de forma arrogante, usando expressões pejorativas. A PM verificou que o autor apresentava sinais de embriaguez alcoólica.

Ele foi convidado a se submeter ao teste do etilômetro, porém recusou. Os policiais confeccionaram o termo de constatação de embriaguez. O autor recusou também a entregar a chave do veiculo e os documentos de porte obrigatório. O carro foi conduzido para o quartel e o autor levado a Delegacia de Polícia para as demais providencias legais.

A Polícia não divulgou o nome e imagem do professor.

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.