Prefeitura de Buriti

Por todo o Bico do Papagaio, o que se vê são prefeitos reclamando da crise econômica que vem sacrificando as gestões e colocando em risco a prestação dos serviços públicos. A Associação Tocantinense dos Municípios (ATM), por sua vez, anunciou que no repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), foi constatada queda na ordem de R$ 1.234.675,25, neste terceiro decêndio de janeiro de 2016, quando comparado ao mesmo período do ano passado ao municípios tocantinenses. Se compararmos com o segundo decêndio de janeiro de 2015, o valor atual caiu 2,78%, isso em termos brutos e reais.

Sem título

Paralelo a isso, a prefeita de Buriti do Tocantins, Rúbia Amorim (PSD), parece não estar preocupada com a queda nos repasses e ao invés de buscar economizar, tem feito o caminho inverso, adquirindo produtos mais caros.

Um dos exemplos da falta de cuidado e zelo da prefeita está na aquisição de combustíveis. No Diário Oficial de nº 4.544 de 21 de janeiro, Rúbia registrou o aditivo para compra de combustíveis. Entre eles está a gasolina, que na Ata, foi registrada a compra pelo valor de R$ 3,98 o litro, junto ao Auto Posto Buriti LTDA, como mostra cópia do documento publicado no Diário Oficial.

Nossa equipe constatou preços menores, sendo praticados por outro posto concorrente. Fomos até o local, fizemos um abastecimento simbólico para mostrar a diferença por meio do cupom fiscal. Neste posto, a gasolina custa R$ 3,94. Também foi constatada diferença no óleo diesel.

IMG-20160201-WA0415

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: folhadobico@hotmail.com que iremos analisar.