Sem títuloCerca de 100 indígenas de três etnias protestam na manhã desta quarta-feira (17) em Altamira, no sudoeste do Pará, e impedem o acesso de trabalhadores ao Sítio Pimental, um dos canteiros de obras da usina hidrelétrica de Belo Monte.

Os índios afirmam que a Norte Energia, construtora responsável pelo empreendimento, não comunicou a eles sobre o início do alagamento do reservatório do rio Xingu, processo que se iniciou em dezembro do ano passado. Segundo os manifestantes, o rio sofria os efeitos da seca e quando o nível da água subiu, destruiu embarcações e outros objetos de uso dos índios que estavam à beira das aldeias. Eles também afirmam que os peixes estão morrendo.

Os indígenas exigem uma resposta da Norte Energia, assim como do Ibama e do Governo Federal, mas nenhuma negociação foi sinalizada até o momento.

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: folhadobico@hotmail.com que iremos analisar.