As fortes chuvas que vem atingindo a Região Tocantina fizeram surgir muitos buracos em vários pontos da rodovia estadual conhecida como Estrada do Arroz, que liga o centro a zona rural de Imperatriz.

Em dois trechos, com aproximadamente 500 metros de extensão cada um, que compreendem o campus do Instituto Federal (IFMA) e a Vila João XXII, centro de recuperação de pessoas com hanseníase, os buracos tomam toda a rodovia. O trafego de veículos, ainda, ocorre, mas de forma muito precária com risco de corte caso continue chovendo e o problema não seja resolvido.

Apesar dos problemas nesse trecho urbano da rodovia, a situação é mais preocupante no cabeceira de uma ponte sobre o riacho São Félix, no povoado do mesmo nome, onde a erosão está levando o asfalto.

Com as recentes chuvas um buraco foi aberto e a erosão avança perigosamente para o centro da pista, o que requer muita atenção dos motoristas ao passarem pelo local. Em outro ponto, na mesma área, um desnível no asfalto indica que o aterro da cabeceira da ponte teria sido comprometido. Os moradores do povoado temem pelo rompimento da pista, o que deixaria a comunidade isolada da sede de Imperatriz.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.