Um grupo de esposas, filhos e mães de policiais de Altamira, sudoeste do Pará, armou acampado em frente ao 16° Batalhão da Polícia Militar, na noite desta quinta-feira (9). Elas protestam contra a desvalorização dos profissionais e impediram duas viaturas de saírem do batalhão. Elas também garantem que não vão permitir a saída dos militares do quartel durante a manifestação.

As manifestantes montaram barracas para passar a noite no local. pedem melhorias para a PM no município, que inclui o reajuste salarial, pagamento de auxílio-alimentação e auxílio fardamento, aumento do efetivo policial, além da diminuição da carga horária de trabalho. Ainda segundo elas o plano de saúde do IASEP não estaria funcionando no município.

Segundo elas, o protesto será mantido por tempo indeterminado, até que haja uma resposta oficial do Governo do Estado. Um outro grupo de esposas também aderiu à manifestação no bairro Jatobá, onde existe um grupamento de PM’s para impedir a troca de turno.

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: folhadobico@hotmail.com que iremos analisar.