O que era para ser apenas uma “brincadeira” de Carnaval virou caso de polícia na noite de sexta-feira (9), em Imperatriz. É que quatro rapazes fantasiados de toalha foram brincar o Carnaval em um shopping da cidade.

Mas a brincadeira não terminou bem. A confusão começou quando os vigilantes do shopping pediram para os homens se vestirem, eles não aceitaram e começaram uma briga com os seguranças do estabelecimento.

Alegando serem advogados e até juiz, eles disseram que podiam tudo e partiram para a agressão física e ameaças contra os seguranças. A polícia foi acionada, e os homens foram imobilizados e levados para a Delegacia da Polícia Civil, sendo dois deles autuados em flagrante, um por furto de um celular de dos vigilantes durante a confusão e o outro por depredação de uma viatura da polícia.

Um dos detidos, identificados como Willyans Brandão da Costa, totalmente fora de controle resistiu à prisão, chutou o policial de serviço e o porta-malas da viatura. Ainda durante a confusão, a polícia percebeu que os baderneiros incitavam a todo momentos que os seguranças os agredissem e que um deles não poderia ser preso por ser oficial de Justiça e que o shopping seria processado.

O segundo autuado foi o Sr. Harrison da Mota Araújo, pois a polícia encontrou um celular Samsung J7 de propriedade do supervisor de segurança do shopping, supostamente subtraído no momento da confusão. Todos foram levados para a delegacia para prestarem esclarecimentos. (iMirante)

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.