basa

O Banpará comunicou nesta quinta-feira (10) que irá suspender o atendimento ao público na agência localizada em Eldorado dos Carajás, no sudeste do Pará, para reparar os danos provocados pelo ataque de criminosos, ocorrido durante a madrugada, quando um grupo armado invadiu o local e usou dinamite para explodir os caixas eletrônicos e o cofre para roubar o dinheiro. Além do Banpará, uma agência do Banco da Amazônia (Basa) – que também teve o atendimento suspenso – foi alvo dos bandidos.

A assessoria do Banpará não informou a quantia roubada e disse que colabora com as investigações policiais. Além disso, esclareceu que presta assistência e garante acompanhamento médico e psicológico ao vigilante feito refém pelos assaltantes em fuga. O funcionário foi liberado pelos bandidos em um trecho da rodovia BR-155. Ainda segundo a assessoria, o funcionário será liberado da jornada de trabalho para a realização de tratamentos de saúde durante os dias necessários.

Já a assessoria do Banco da Amazônia afirmou que está tomando as providências necessárias diante do ocorrido e que colabora com as autoridades policiais para esclarecer os fatos. O banco também não informou a quantia roubada.

De acordo com a Polícia Civil, um grupo de sete homens armados invadiu as duas agências bancárias em Eldorado dos Carajás por volta das 3h, instalou explosivos nos caixas eletrônicos e cofres para detoná-los, danificando a área interna dos bancos. Os vigilantes que fazem a segurança das agências contam que o grupo chegou atirando e rapidamente os rendeu. Após usarem dinamite para explodirem os caixas, o vigilante de um dos bancos foi levado como refém durante a fuga dos bandidos e abandonado em seguida na rodovia BR-155, no trecho conhecido como Curva do S. Segundo a polícia, os assaltantes seguiram por uma estrada vicinal, que dá acesso às cidades de Piçarra e São Geraldo do Araguaia, no sul do Pará.

Um caminhão foi queimado sobre uma ponte na estrada estadual, que dá acesso a Parauapebas, para impedir a passagem da PM até o centro da cidade, onde estão localizados os bancos.

O delegado Marcelo Delgado informou que as Polícias Civil e Militar dos municípios de Piçarra, São Geraldo do Araguaia, Redenção e Xinguara foram acionadas para montar barreiras nas estradas de acesso a essas regiões com o objetivo de interceptar o grupo. Policiais militares dos Grupamentos Táticos de Marabá e Parauapebas também foram deslocados para o município, juntamente com policiais civis da Superintendência da Região Sudeste, sediada em Marabá. O helicóptero do Grupamento Aéreo de Segurança Pública (Graesp) de Marabá já está no apoio às buscas aos assaltantes.

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.