alday machado

Diante da barbárie ocorrida nesta semana, com o roubo ao Banco do Brasil da cidade de Araguatins e diante do clamor social por uma resposta à altura do Governo do Estado, um dos membros do Movimento da Sociedade, chamado 3ª  Via, o empresário Alday Machado, disse em entrevista ao webjornal Folha do Bico, nesta sexta-feira, 4, que buscou via telefone(whatsapp), a assessoria do deputado estadual, Rocha Miranda (PMDB), para que fosse agendada uma reunião com o parlamentar, com o intuito de chegar até o governador uma lista de reivindicação para melhoria das condições de segurança de Araguatins e Região.

O contato feito com a assessoria, no primeiro momento foi receptivo, onde foi demonstrado interesse no assunto. No dia seguinte a assessoria do parlamentar comunicou que, em conversa por telefone com o deputado, a reunião poderia acontecer na sexta-feira. No entanto, no mesmo dia a reunião foi desmarcada sem nenhum motivo aparente e o pior de tudo, não havia mais previsão para reunir com o movimento social.

O empresário se diz indignado, diante da indiferença do deputado Rocha Miranda com o assunto. O empresário relatou que o assalto, não atingiu e destruiu somente a agência do banco; destruiu a autoestima do povo de Araguatins, que ficou acuado diante da selvageria dos assaltantes. No entanto a maior indignação dele foi saber que o parlamentar, eleito com a maioria esmagadora de votos de Araguatins, não deu a devida importância ao assunto, se limitando a usar a tribunal da Assembleia e manifestar sua tristeza com o “grande acontecimento” – que foi o assalto. Segundo o empresário o assalto não tem nada de grandeza e sim de humilhação à população.

Segundo informações de Alday Machado, a pauta que seria discutida com o deputado seria:

– Transformação urgente da companhia em Batalhão, com o dobro do efetivo atual;

– Aquisição de armamentos e coletes para os policiais, para que estes estejam em situação de igualdade com o armamento dos bandidos (haja vista que os meliantes usaram fuzis, enquanto a policia usava revolveres e pistolas), uma guerra desigual que poderia ter acabado em tragédia, vitimando pais de famílias – que são os servidores da Segurança Publica.

– Aquisição de duas camionetas, cabine duplas blindadas. Segundo o empresário, é a maior das injustiças o policial utilizando veículo palio, contra bandidos usando camioneta Hillux.

– Investimento em infra-estrutura do quartel (muros, guaritas e portões que preservem a integridades dos policiais que ali desempenham suas atividades)

Ainda de acordo com Alday Machado, esta pauta deverá chegar às mãos do governador, a qualquer custo e as ações deverão ter data certa para ser realizada. Diante da recusa de Rocha Miranda em atender o Movimento 3v, todos os membros sensibilizados se mobilizaram e já agendaram audiência com outro deputado.

“É preciso que a sociedade esteja vigilante junto ao governo para que esta pauta não caia em esquecimento”, concluiu o empresário Alday.

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: folhadobico@hotmail.com que iremos analisar.