Técnicos da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) estão realizando assessoramento no município de Araguatins para auxiliar nas ações de controle, combate, prevenção ao Aedes aegypti e assistência às doenças transmitidas pelo mosquito.

Segundo a gerente estadual da Dengue e Febre Amarela, Christiane Bueno, a proposta é assessorar os municípios nas atividades de prevenção e controle do mosquito, levantar os problemas enfrentados e discutir estratégias para melhoria do trabalho.

Ainda de acordo com a gerente, os municípios foram inicialmente escolhidos em virtude de serem considerados prioritários para o Estado no que diz respeito ao cenário epidemiológico de notificações de dengue nas últimas semanas.

Doenças Vetoriais

Conforme o último boletim epidemiológico da Sesau, 55 casos suspeitos de dengue foram notificados em Araguatins até o dia 2 de março. O Tocantins apresenta elevada incidência de casos notificados, que é o risco de adoecimento de uma população, de 571,56 para cada 100.000 habitantes.

Em todo o Estado, de 1º de janeiro a 2 de março de 2016, foram notificados como suspeitos 8.103 casos de dengue e dos casos encerrados até o momento 33% foram confirmados para a doença.

Com relação à zika, de janeiro a 11 de fevereiro de 2016, foram notificados 2.050 casos em todo o Estado, sendo confirmados até o momento apenas três casos. Já com relação à febre chikungunya, em 2016, foram notificados até o momento 353 casos suspeitos.

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: folhadobico@hotmail.com que iremos analisar.