Com investimentos de R$ 4,5 milhões, o ‘Mais Asfalto’ entregou, este mês, 28 km de ruas asfaltadas nas cidades de Balsas e Porto Franco. Foto: Gilson Teixeira/Secap
Com investimentos de R$ 4,5 milhões, o ‘Mais Asfalto’ entregou, este mês, 28 km de ruas asfaltadas nas cidades de Balsas e Porto Franco. Foto: Gilson Teixeira/Secap

As obras de pavimentação nos municípios localizados na região Sul do Estado, contemplados pelo programa ‘Mais Asfalto’ vão desempenhar papel importante não só na movimentação nos perímetros urbanos, como também no escoamento da produção agropecuária.

Segundo o secretário de estado da Infraestrutura, Clayton Noleto, o investimento nas rodovias vai fomentar o crescimento do estado e na qualidade de vida das pessoas. “Em um curto espaço de tempo estamos devolvendo à população rodovias em condições de garantir o direito de ir e vir das pessoas negligenciado por governos anteriores, favorecendo o turismo, aquecendo a economia regional e gerando mais renda aos maranhenses”, ressaltou o secretário.

Com investimentos de R$ 4,5 milhões, o ‘Mais Asfalto’ entregou, este mês, 28 km de ruas asfaltadas nas cidades de Balsas e Porto Franco. Em Balsas, o secretário de Agricultura, Pecuária e Pesca, Márcio Honaiser, representando o governador Flávio Dino, acompanhou a entrega de 15km de pavimentação na Rua 20 (bairro Catumbi) e no trecho urbano da MA-006, por onde escoa grande parte da produção de grãos do estado. Para o trecho entre Alto Parnaíba e Balsas, o Governo do Estado anunciou investimento de R$ 12 milhões do Tesouro Estadual, para recuperar a estrada, após anos sem manutenção, e garantir sua trafegabilidade.

De acordo com o presidente da Associação dos Produtores de Soja e Milho do Estado do Maranhão (Aprosoja-MA), Isaías Soldatelli, a pavimentação do trecho da rodovia já vai fazer a diferença para os produtores locais. “Esse trecho já veio atender à necessidade de melhoria, principalmente para o setor de grãos, pois praticamente 50% a 60% da produção passa por essa MA”, observou.

Para o secretário de Agricultura, Pecuária e Pesca, Márcio Honaiser, trata-se de um trecho fundamental para que a nossa produção de soja chegue ao Porto do Itaqui e de lá para os mercados consumidores. “Foi um compromisso assumido pelo governador Flávio Dino, atendendo às necessidades dos produtores, mostrando o quanto este governo tem priorizado soluções logísticas para que a produção agropecuária do estado possa escoar, crescer e gerar mais emprego e renda”, ressaltou.

Anel da Soja

Dentre as ações de infraestrutura para escoamento da produção de grãos, está a continuidade das obras do ‘Anel da Soja’, um conjunto de rodovias estaduais a serem interligadas com obras de pavimentação e restauração.

Trata-se de um conjunto de quatro rodovias estaduais (MA-006; MA-007; MA-132 e MA-140) a serem interligadas com obras de pavimentação e restauração, localizada próxima ao estado de Tocantins e na maior região produtora de soja no Maranhão.

A iniciativa vai beneficiar, aproximadamente, 150 mil habitantes das principais sedes municipais da região, como Balsas, Riachão, Carolina, Tasso Fragoso e Alto Parnaíba, que serão impactadas pelo empreendimento.

Serão retomadas após o período das chuvas a pavimentação do trecho de 50 km de Balsas ao povoado Ouro; e 67 km do povoado Ouro ao Km 50. “O Anel da Soja é importante não só para o nosso estado, mas para toda a região do MATOPIBA [Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia], propiciando o escoamento de uma enorme produção”, concluiu Honaiser ao destacar que os benefícios das obras atingirão não somente o Maranhão.

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: folhadobico@hotmail.com que iremos analisar.