image

Em Palmas a mobilização começou por volta das 16 horas na Praça dos Girassóis, nas proximidades do cruzamento entre as avenidas Theotônio Segurado e a LO-01. Os manifestantes que pediam a saída da presidente Dilma, “fora PT” e defenderam a atuação do juiz Sérgio Moro, da operação Lava Jato, carregavam muitos cartazes, buzinas e apitos.

As pessoas acompanharam os trios elétricos, onde os organizadores animavam o público com músicas e palavras de revolta contra a situação política do Brasil. O Hino Nacional foi reproduzido no início e ao final do percurso.Nem a chuva que começou a cair desanimou os manifestantes. A estudante Tamires Amaral Teodoro foi uma delas e disse que a chuva não a intimidou: “A chuva não importa. Eu quero é um Brasil melhor”.

Durante o percurso, muitas famílias completavam a movimentação. Crianças e idosos também tiveram ânimo para protestar. O farmacêutico Amilson Alvarez foi um dos que trouxe a família e até os cachorros para o protesto. “Acredito que não dá mais pra suportar a situação do Brasil. Tem que ir pra rua pra protestar mesmo”, disse o farmacêutico, revoltado com a corrupção no país.

De acordo com dados divulgados pela Polícia Militar (PM), o protesto pelo impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) reuniu sete mil pessoas em Palmas. A assessoria não informou o número de policiais para assegurar o percurso dos protestos, mas oficiais do administrativo e do operacional foram acionados. (Com informações do Jornal do Tocantins)

 

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: folhadobico@hotmail.com que iremos analisar.