Não é segredo que nós da BOA FORMA somos grandes fãs de corrida. Além de queimar muitas calorias, correr alivia o stress, ajuda na construção de músculos, é ótima para a saúde do coração e faz bem à mente. Isso para não falar em como o esporte é democrático – basta um par de tênis e uma dose de motivação para arrasar no asfalto.

Conhecer melhor a modalidade (inclusive suas peculiaridades e curiosidades) tem nos deixado ainda mais apaixonadas. Confira alguns fatos que você provavelmente não sabia:

O esporte vem crescendo em solo nacional

Ainda estamos longe de ser o país da corrida, mas os corredores amadores brasileiros aumenta a cada ano. Um estudo feito pela consultoria espanhola Relevance aponta que, nos últimos cinco anos, o número de participantes de provas cresceu 50% por aqui. Durante esse tempo, só em São Paulo, houve aumento de 45% na quantidade de corridas de rua autorizadas pela CET (Companhia de Engenharia de Tráfego).

As distâncias percorridas por nós também têm aumentado: em 2016, 19.942 pessoas completaram os 42K em solo brasileiro, 4.642 participantes a mais do que em 2015, segundo levantamento feito pelo autor do Blog Recorrido,Danilo Balu, bacharel em esportes pela USP (Universidade de São Paulo).

 

Você é mais rápida quando está na casa dos 20 anos

Durante uma maratona, pelo menos! Pesquisadores que analisaram as idades e os tempos de chegada dos corredores na Maratona de Nova York dos anos de 2010 e 2011 descobriram que as mulheres correm os 42,195 quilômetros em uma velocidade mais rápida aos 29 anos e, os homens, aos 27. O tempo era 4% mais lento para cada ano a menos do que essas idades, e 2% mais lento para cada ano a mais – o que significa que um maratonista de 18 anos corre aproximadamente tão rápido quanto um de 60 anos de idade.

Seus seios se movem mais do que você imagina

Pesquisadores da Universidade de Portsmouth, na Inglaterra, descobriram que os seios não apenas se mexem para cima e para baixo durante a corrida: eles também vão de um lado para o outro e de dentro e fora, criando um padrão complexo de movimento, chamado de deslocamento da mama. O problema: ele pode levar à flacidez prematura! Por isso, é importante usar um top correto para o seu tamanho, formato e intensidade no exercício.

Seu coração fica cada vez mais forte

Enquanto você corre, o órgão aumenta em tamanho e força, bombeando mais volume a cada batida. Acredite se quiser: durante o exercício, há pressão suficiente para esguichar sangue a até quase 1 metro de distância.

Idosas já provaram que é possível completar maratonas

A mulher mais velha a cruzar a linha de chegada de uma prova de 42 K foi a americana Gladys Burrill, que com 92 anos correu a Maratona de Honolulu, EUA, em 2010. Já o recordista entre os homens foi o indiano Fauja Singh, que completou a Toronto Waterfront Marathon, no Canadá, em 2012, quando tinha 100 anos. (Boa Forma)

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: folhadobico@hotmail.com que iremos analisar.