Foram realizadas nesta sexta-feira, 9, cerca de 10 cirurgias de amídalas e adenoide nos centros cirúrgicos do Socorrão. Há uma década estes procedimentos não eram realizados com a estrutura própria do Município, mas em hospitais particulares conveniados ao Sistema Único de Saúde, SUS. Segundo o secretário de Saúde, Alair Firmiano, procedimento terceirizado onerava a Prefeitura de Imperatriz.

“Os gastos com convênios são bem superiores aos custos que temos, realizando as cirurgias no nosso próprio hospital. O objetivo da gestão, direcionado pelo próprio prefeito Assis Ramos, é otimizar gastos e melhorar o atendimento à população, utilizando nossa estrutura. Os investimentos estão sendo feitos para que em breve todos os serviços do SUS, tanto da Atenção Básica quanto da Urgência e Emergência, sejam oferecidos nos dispositivos próprios” – ressaltou Alair.

O Diretor do hospital, Alberto Gomes, informa que este avanço só foi possível, devido às mudanças estruturais que vêm acontecendo no HMI. Segundo ele, foram feitos diversos reparos no centro cirúrgico com readequação de salas do bloco, e reformas em algumas enfermarias. “Além disso, foram renovados todos instrumentais, adquiridos novos carros de anestesia, aspiradores e a medicação exigida pela equipe médica do Dr. Áreo, responsável pelas cirurgias” – afirmou.

Ele ressalta que as próximas cirurgias da otorrinolaringologia, a serem realizadas no Socorrão, são as de cabeça e pescoço, tireoide, ouvido e nariz.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.