img-20160413-wa0013

As Polícias Civil e Militar desarticularam, na semana passada, uma associação criminosa que vinha praticando fraudes junto a agências da Caixa localizadas no sul do Pará. Com os acusados, foram apreendidas máquinas usadas na confecção de documentos falsos. Foram presos três homens e duas mulheres em Xinguara e Redenção, por policiais civis da Superintendência da Região do Araguaia Paraense, do Núcleo de Apoio à Investigação (NAI/Sul) e do Setor de Inteligência da Polícia Militar. Segundo o delegado Antonio Miranda, titular da Superintendência, o grupo vinha sacando diversos valores em dinheiro nas agências da Caixa localizadas em Redenção e Xinguara.

Ao serem presos, os acusados haviam acabado de sacar R$ 6,8 mil referentes a guias judiciais da Justiça Federal. O delegado detalha que o golpe era praticado com a obtenção de guias emitidas pela Justiça Federal para pagamentos referentes a ganhos de causas por meio de ações judiciais. “Eles (os criminosos) conseguiam as guias judiciais e falsificavam documentos de identidade, para sacar os valores em agências da Caixa”, detalha. Os presos são moradores em Belém.

As Polícias Civil e Militar, durante a operação, prendeu duas pessoas em Xinguara e outras três que estavam hospedadas em um hotel em Redenção. Nesse local, os policiais apreenderam dois documento falsos, os equipamentos usados na falsificação e o dinheiro sacado. Após as prisões, os acusados foram encaminhados à Polícia Federal para responder pelos crimes. Como portavam documentos falsos, eles passarão pelo setor de identificação para serem oficialmente identificados.

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: folhadobico@hotmail.com que iremos analisar.