auri

Nesta quinta-feira, 7, o Diário da Justiça Eleitoral trouxe a publicação do julgamento que negou mais um pedido de cassação de diploma do prefeito Auri-Wulange Ribeiro Jorge; do vice-prefeito José Oliveira Silva e do vereador Francisco Antônio Martins Araújo.

A representação foi feita pela Coligação Axixá no Rumo Certo, encabeçada pelo ex-prefeito, Ruidiard de Sousa Brito, do Partido dos Trabalhadores (PT), que alegou capitação ilícita de sufrágio.

Ruidiard acusou Auri de usar um cheque no valor de R$ 300,00 para captar o voto de um eleitor. Ruidiard não conseguiu comprovar a acusação diante da Justiça, fato que levou o juiz eleitoral Baldur Rocha Giovannini, a julgar improcedente a representação.

O resultado integral da decisão está no Diário da Justiça Eleitoral desta quinta-feira, disponível no site do Tribunal Regional Eleitoral.

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: folhadobico@hotmail.com que iremos analisar.