Raimundo Curica com Sarney na residência do ex-presidente
Raimundo Curica com Sarney na residência do ex-presidente

O escritor e poeta biquense, Raimundo Maciel de Figueiredo, mais conhecido como Raimundo Curica, foi recebido no último dia 7 de abril, pelo ex-presidente da República e também escritor, José Sarney. O encontro aconteceu na residência particular de Sarney, na Península dos Ministros, em Brasília.

Amigo pessoal de Sarney, Raimundo Curica acertou com o ex-presidente que também é membro da Academia Brasileira de Letras, para que faça o prefácio de seu livro “O Dia Maior da História”, que deve ser lançado ainda este ano. A publicação fala sobre os homens e mulheres importantes da história mundial.

“Realmente fiquei bastante emocionado ao ouvir a resposta positiva do presidente Sarney, que além da política temos em comum o gosto pela literatura. Me aproximei do presidente pelo amor as poesias e poemas que tanto admiramos. O presidente goza que uma forte influencia nos círculos intelectuais, junto a artistas e escritores e consegue alinhar isso a intensa atividade política que sempre exerceu no decorrer de todas essas décadas. Sou apreciador de vários trabalhos dele como, Os Maribondos de Fogo, O Dono do Mar, Saraminda entre outros. As obras dele têm sido publicada em vários países e tido repercussão internacional, como atestam textos de grandes intelectuais brasileiros, franceses, argentinos e portugueses”, disse Raimundo Poeta.

Política

O escritor biquense também aproveitou para conversar com o ex-presidente sobre a conjuntura política e econômica do país e se aconselhar sobre o processo político. Raimundo Curica que foi candidato a prefeito de Darcinópolis em 2008, quando ficou em segundo lugar, pretende voltar a disputar o comando do executivo municipal em 2016.

“Claro que não pude perder a oportunidade de conversar também sobre política e me aconselhar. O presidente Sarney sem dúvidas é a figura público histórica mais importante da atualidade, ocupou todos os cargos eletivos possíveis, foi de vereador a presidente e continua exercendo fortíssima essa influência. Então não poderia ficar sem escutá-lo também sobre esse assunto”, finalizou Raimundo Curica.

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.