O presidente estadual do Partido dos Trabalhadores (PT), Júlio César Brasil, acompanhado dos membros da Executiva Estadual: A Secretária de Formação Política – Maria Helena Rodrigues e o Secretário de Juventude – Domingos Santos e os coordenadores de macrorregião – Cícera Soares e Edilson Santos, visitaram municípios do Bico do Papagaio neste final de semana (23 e 24).

As visitas começaram na tarde de sábado, 23, em Sítio Novo, onde visitaram o ex-prefeito de Axixá, Ruidiard de Sousa Brito e dirigentes de São Miguel do Tocantins. Além destas visitas, houve reunião nos municípios de Axixá, Sampaio (sábado à noite) e Esperantina (domingo pela manhã).

Axixá

13095778_1015530748484177_7746518927456066755_n

Ainda no sábado à tarde, os membros da direção estadual se reuniram com petistas de Axixá-TO. Em discussão, a conjuntura política local e as eleições 2016. São pré-candidatos a prefeitura, os companheiros Bolero e Bebelô.  O Diretório municipal deve se reunir outras vezes e decidir o nome que irá concorrer o pleito.

Sampaio

13094337_1015532135150705_884421518204206019_n

Na noite de sábado, 23, filiados e dirigentes do PT de Sampaio estiveram reunidos com a direção estadual da sigla, para discutir a conjuntura política local e as eleições 2016. Na oportunidade, a professora Coracy colocou seu nome à disposição do partido, como pré-candidata à prefeitura de Sampaio. A orientação da Direção Estadual foi que o partido priorize o trabalho na construção da candidatura própria.

Esperantina

13051759_1015533321817253_6907758807421073911_n

Já na manhã de domingo, 24, a reunião foi em Esperantina na sede do Sindicato dos Trabalhadores Rurais. Em Esperantina, o partido está definindo o nome do candidato a prefeito.

Além destes, o PT deve concorrer as eleições em outros municípios do Bico do Papagaio, como São Miguel, Sítio Novo, São Sebastião do Tocantins, Carrasco Bonito e Itaguatins.

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.