Um homem foi condenado a 25 anos e 6 meses de prisão pelos crimes de latrocínio e corrupção de menor em Marabá, no sudeste do estado. A denúncia contra ele foi acatada pelo  Ministério Público do Estado do Pará (MPPA) e a informação divulgada nesta terça-feira (12), pelo MPPA.

Gleimison Ferreira confessou o crime. Em outubro de 2015, a vítima Gaspar Cabral de Souza  foi surpreendida pelo homem, na porta da sua casa, na companhia de um adolescente do sexo masculino. Eles entraram na residência para roubar os pertences da vítima.

O adolescente com a arma em punho, exigia ouro e dinheiro. A vítima a todo momento pedia calma para Gleimison e o adolescente. Em certo momento iniciou-se briga entre Gaspar e o adolescente armado, que efetuou três disparos contra a vítima.

Em seguida, Gleimison e o adolescente fugiram do local. Durante a fuga, ele deixou seu celular cair no local do crime, o que facilitou a sua identificação e localização. Os fatos foram confirmados pelo filho da vítima que testemunhou a cena, Gaspar Cabral de Souza Filho, além de outras testemunhas.

Além do crime de latrocínio, o MPPA pediu a condenação de Gleimison Ferreira pelo crime de corrupção de menor. “Por amor ao debate, cabe ressaltar que o crime referente a corrupção de menores, consuma-se com o fato do crime principal ser cometido com a presença de menor, independendo da prova da efetiva corrupção do mesmo, por se tratar de delito formal, conforme prevê a novel Súmula n.º 500, do Superior Tribunal de Justiça”, defendeu o promotor de Justiça Paulo Morgado.

Gleimison Ferreira foi condenado a 25 anos e 6 meses de reclusão e 115 dias-multa, sem benefício de liberdade.

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.