O Fundo Municipal de Imperatriz ganhou incremento de R$ 1,8 milhão do Ministério da Saúde, por ano, pela habilitação do Centro Integrado de Tratamento Oncológico (Oncoradium) como Unidade de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia (Unacom).

Os recursos fazem parte da ampliação e descentralização do atendimento oncológico em todo o país. Além do Imperatriz, recursos também foram destinados para dois hospitais paraenses e habilitação de uma unidade hospitalar para atendimento em traumatologia e ortopedia em Santa Catarina.

Com os recursos, os Estados custeiam serviços como consultas, exames, diagnósticos, tratamentos clínicos e cirúrgicos, reabilitações, acompanhamento pré e pós-operatório, UTI, transplantes, tratamento de doenças raras e obesidade, ortopedia, neurologia, queimados, cardiovascular entre outros
serviços e procedimentos de média e alta complexidade. (iMirante)

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: folhadobico@hotmail.com que iremos analisar.