IMG-20160426-WA0501

Um bárbaro crime ocorreu no início da tarde desta terça-feira, 26, em Palestina do Pará, onde a sede do município fica distante 40 km de Araguatins. O delito aconteceu na zona rural, em uma fazenda as margens da rodovia Transamazônica.

O proprietário da fazenda, conhecido pelo pré-nome Alcidão, de 68 anos, teria executado com um tiro, o trabalhador Johab Simão.

Johab Simão
Johab Simão

Segundo relatos de familiares, Johab teria ido até a fazenda vacinar gado. Em determinado momento, a vítima e o acusado estavam no curral, quando Alcidão teria batido em um cavalo que estava próximo e o animal acabou se espantando e atingido Johab, que chegou a bater sua cabeça contra a estrutura do curral. Após o choque, Johab reclamou com Alcidão que não teria gostado da reação, e de imediato sacou a arma e efetuou o disparo.

Logo em seguida, Alcidão entrou em um veículo e tomou destino ignorado. Até a noite desta terça-feira, o acusado não foi encontrado e tão pouco se entregou.

O Instituto Médico Legal (IML) de Marabá foi acionado para fazer os procedimentos de praxe e liberar o corpo para a família.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: folhadobico@hotmail.com que iremos analisar.