Após moradores do distrito de Macaúba, que pertence a Araguatins, se manifestarem indignados e afirmarem que políticos dos grupos dos pré-candidatos a prefeitos de São Bento do Tocantins, Claudivan Tavares (PTB), Lafaete Milhomem (PMDB) e Paulo Wanderson (PP), estariam aliciando eleitores na localidade para transferirem seus títulos eleitorais em troca de benefícios, as assessorias de Claudivan Tavares, atual prefeito e Paulo Wanderson, procuraram o webjornal Folha do Bico para se posicionarem sobre o episódio. Os moradores ameaçam denunciar o caso na Justiça.

Claudivan disse repudiar qualquer ação de políticos que usam desse tipo de expediente para tentar se promover em busca de votos. O gestor disse ainda que não autorizou nenhum de seus aliados ou pessoas próximas a fazerem qualquer tipo de promessa em troca de votos e acredita que ninguém de seu grupo político tenham praticado esse tipo de ato. “A Lei hoje é muito dura. Vencemos obedecendo as Leis vigentes e vamos seguir na mesma linha. Respeitamos os eleitores de Macaúba e reforçamos que nossa ação política preza pelo cumprimento das leis”, firmou.

Já Paulo Wanderson esclareceu que em nenhum momento, fez ou autorizou que fosse feito aliciamento de eleitores para transferências de domicilio eleitoral em troca de favores. “Repudiamos veementemente tais acusações que são infundadas e eleitoreiras, tais praticas não condizem com nossas atitudes e muito menos com a nova política que pregamos e praticamos. Reiteramos, ainda, que estamos abertos para mais esclarecimentos e crendo que a justiça será feita e que a lei sempre prevalecera”, encerrou.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.