Sem título

O corpo do bancário Gleicione dos Santos Silva, que morreu após fazer exercícios físicos em uma academia de Goiânia-GO, será enterrado nesta quinta-feira, 21, em Tocantinópolis. O jovem, de 28 anos, teve uma parada cardiorrespiratória no apartamento onde morava e não resistiu, nesta quarta-feira, 20.

Segundo o síndico do prédio, Bruno Soudré, um amigo disse que antes de ir à academia, Gleicione havia tomado termogênico, um tipo de suplemento usado para acelerar o metabolismo e perder peso.

O corpo está sendo velado na casa dos pais da vítima, no Setor Alto da Boa Vista I, em Tocantinópolis. Segundo um primo, que não quis se identificar, o enterro está marcado para às 17h desta quinta-feira.

Ele disse que Gleicione trabalhava como bancário em Goiânia e mantinha contato com parentes no Tocantins, mas informou que a família não está em condições de dar mais detalhes sobre o caso.

Entenda

Gleicione morreu após uma parada cardiorrespirarória, na madrugada de quarta-feira. O Corpo de Bombeiros foi chamado e tentou reanimá-lo, mas ele não resistiu. De acordo com o síndico do prédio, Bruno Soudré, a vítima morava sozinha no apartamento.

Soudré afirmou que, quando a unidade dos bombeiros chegou, um amigo que já estava no apartamento informou à médica que ele havia tomado termogênico.

A assessoria de imprensa da Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária de Goiás (SSPAP-GO) disse que ainda não há informações sobre a causa da morte. O delegado Bruno Henrique Soares Mateus, do 15º DP, informou que nenhum amigo ou familiar procurou a delegacia para registrar o caso. Ele adiantou que tão logo isso ocorra, a morte começará a ser investigada.

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: folhadobico@hotmail.com que iremos analisar.