image

Fazer um bom jogo apostando no apoio da torcida para tentar levar a partida de volta para Caxias do Sul, no próximo dia 13. Este é o objetivo do técnico do Tocantinópolis, Neto Costa, nesta quarta-feira, 6, o Juventude (RS), às 20h30, no Estádio Ribeirão, em Tocantinópolis, pela Copa do Brasil. Para haver o jogo da volta, o representante do Tocantins não pode perder por uma diferença superior a dois gols de diferença. O Juventude foi campeão da Copa do Brasil em 1999 e não disputava a competição desde 2012. A Copa do Brasil deste ano tem a participação de 86 clubes.

Esta será a segunda vez que o Verdão do Norte disputa a competição nacional. A primeira ocorreu em 2003, quando enfrentou o Vitória (BA). Jogando no Estádio Ribeirão, perdeu por 2 x 1. Em Salvador, venceu por 1 x 0, porém, foi eliminado pelo saldo de gols.

A equipe tocantinense iniciou a preparação no dia 29 de fevereiro, período que o time gaúcho já estava em ritmo bastante acelerado no Campeonato Gaúcho. Apesar disso, o técnico Neto Costa, que está caminhado para o quinto ano seguido como treinador do TEC, acredita que seus jogadores conseguirem se impor jogando diante da torcida, a equipe terá grande chance de sonhar em jogar em Caxias do Sul. “ Creio que existe uma boa diferença entre as duas equipes em todos os sentidos, mas quando a bola rolar serão 11 contra 11 e aí se nosso time estiver focado teremos chances de fazer o resultado”, comentou o técnico, que na última hora perdeu dois jogadores considerados titulares e experientes: o zagueiro Alan kardec e o volante Ismael, ambos com princípio de lesão muscular. Na zaga entra Filho e no meio-campo o meia Sávio. No elenco do TEC, uma das principais armas do time é o atacante André Leonel, que foi campeão jogando pelo Paulista de Jundiaí (SP), em 2005 contra o Fluminense.

JUVENTUDE

Após realizar treino na manhã de ontem, em Imperatriz (MA) a comissão técnica e o treinador Antônio Carlos Zago decidiram que o Alviverde poupará quatro de seus atletas para o duelo desta quartaque , o atacante Brenner, o lateral-direito Hélder, o meia Hugo e o volante Lucas, que não viajaram com a equipe e ficam em Caxias do Sul. Desses, apenas Helder e Hugo atuaram na última partida da equipe, empate em 2 a 2 com o Grêmio pelo Gauchão.

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.