13015671_1595234497465137_5878042707616643344_n

Trabalhadores da Energisa no Bico do Papapaio estão com os serviços paralisados nesta quarta-feira, 13. Segundo o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Eletricidade do Tocantins (Steet), Sergio Fernandes, a estimativa é que cerca de 1000 servidores estejam parados, em todo o Tocantins.

Conforme Fernandes, a categoria revivida a o pagamento Participação nos Lucros e Resultados (PLR) do ano de 2015, que é um reconhecimento financeiro feito aos empregados em relação as metas estabelecidas. O presidente disse que a empresa se negou a realizar o pagamento pois a meta do ano passado não teria sido alcançada. “Mas a culpa de não alcançarmos a meta não é dos funcionários”, destacou.

Ainda segundo ele, a própria empresa afirmou que a meta não foi alcançada devido a fatores externos como chuvas e descargas elétricas. “Queremos sensibilizar a empresa a reconsiderar a decisão de não pagar a participação”, coloca.

Por fim, o presidente destaca que a paralização está prevista somente para o dia de hoje, mas que no final da tarde, em assembleia, será discutida a permanência ou não da mobilização.

Energisa 

Em nota, a Energisa Tocantins diz que a paralisação de seus colaboradores é parcial e os serviços prestados à população não será afetado. A operação do sistema de distribuição de energia, as equipes de plantão, o funcionamento das agências e o atendimento estão normais.

Ainda na nota, a empresa explica que a paralisação foi convocada pelo sindicato da categoria em razão dos resultados participação, que é um reconhecimento financeiro feito aos empregados em relação as metas estabelecidas.

“A empresa reconhece e respeita a manifestação como forma de garantir a liberdade de expressão e ressalta que cumpriu integralmente o acordo firmado com o sindicato, legítimo representante da categoria, concedendo inclusive avanços em relação aos números originalmente conquistados como resultados da PLR”, finaliza a nota.

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: folhadobico@hotmail.com que iremos analisar.