Olhares curiosos e atentos foram predominantes entre o público infantil, que participou da 6º edição do projeto Monteiro Lobato promovida pela biblioteca, do Campus Araguatins, Professor Francisco Filho da Silva, na terça-feira, 18 e na quarta-feira, 19, no interior da própria biblioteca.

As crianças foram recepcionadas com músicas infantis, em seguida assistiram a um vídeo lúdico sobre o escritor Monteiro Lobato, e à presentação teatral com os personagens do Sítio do Pica-Pau Amarelo. Durante a apresentação, interagiram com os personagens e demostraram empolgação com a história contada por eles, sobre chapeuzinho vermelho e o lobo mau. Foi realizado ainda, um momento recreação com atividades que resgatam as antigas brincadeiras de rua.

Para a coordenadora do projeto, a bibliotecária do Campus Araguatins, Elma Vital, a 6º edição do evento é a consolidação de um projeto que começou pequeno, mas que com os passar dos anos foi ganhando dimensão e conquistando público diversificado da rede pública e privada de ensino de Araguatins. “Por meio da biblioteca do Campus Araguatins buscamos estender e resgatar atividades de leitura e levar um pouco de cultura e lazer para esse público tão peculiar que é o infanto-juvenil”, declarou Elma.

Participaram do evento as escolas: Arte de Crescer, Doutores do ABC, Edgard Tolentino, Daniel Berg, Escola Vanor da Costa Parreão e Escola Denise Gomide Amui, todas do município de Araguatins. Na oportunidade, foi entregue a cada escola uma placa de agradecimento pela parceria no evento, com a participação de seus alunos.

O projeto

As ações do projeto tem como objetivo despertar o interesse das crianças pela leitura, além disso, pretende promover a cultura com a utilização do ambiente da biblioteca e contribuir para a integração escola-campus-comunidade.

A programação organizada para os dias 18 e 19 foi alusiva ao dia Nacional do Livro Infantil e ao aniversário do escritor Monteiro Lobato comemorado dia 18. Tendo suas atividades direcionadas o público infanto-juvenil das escolas da rede pública e privada de Araguatins.

Participam do projeto servidores do IFTO e acadêmicos dos cursos de licenciaturas em Ciências Biológicas e Computação.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.