As Polícias Civil e Militar prenderam, nesta quinta-feira, 13, em São Félix do Xingu, sudeste paraense, Valcirlei Barbosa Aguiar, 32 anos, acusado de integrar uma associação criminosa que pratica estelionato na região. Ele e um comparsa compraram quatro veículos e uma canoa com motor na região e usaram cheques roubados no pagamento, gerando um prejuízo de R$ 100 mil. Dois veículos já foram recuperados. A prisão foi realizada pela equipe policial coordenada pelo delegado José Carlos Rodrigues.

Conforme o policial civil, as suspeitas são de que o preso faça parte de um grupo criminoso com ramificações no Estado de Tocantins. Dizendo-se vendedor de sal mineral na região, Valcirlei conquistou a confiança de pessoas que tinham veículos a vender no município. Assim, no final de março, ele e um comparsa ainda sob investigação fecharam a compra de dois carros, duas caminhonetes e uma canoa com motor. As compras foram pagas com cheques de duas agências bancárias.

As vítimas perceberam que os cheques eram roubados quando foram fazer o depósito dos cheques nos bancos. A partir daí, os crimes chegaram ao conhecimento dos policiais que passaram a investigar e conseguiram identificar um dos envolvidos. Após a prisão dele, dois dos quatro veículos foram recuperados e entregues aos proprietários. Segundo o delegado, as investigações prosseguem para identificar outros membros da associação criminosa.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.