Rafael, vulgo Canela

Policiais Civis da 2ª Delegacia Regional de Tocantinópolis, chefiados pelo delegado regional, Tiago Daniel de Moraes, esclareceram o crime de roubo, praticado no dia 18 de fevereiro de 2015 contra uma Casa Lotérica de Aguiarnópolis. De acordo com às investigações, os autores do referido crime são Domingos Vieira da Silva, de 18 anos, e um adolescente de 17 anos, ambos residentes em Tocantinópolis.

Os dois suspeitos contaram ainda com a ajuda de Rafael Alves da Costa, vulgo Canela, de 19 anos, que emprestou a moto utilizada no crime, e de um adolescente, que emprestou a arma utilizada no assalto, um revólver calibre 32.

Conforme os trabalhos investigativos, Silva e o adolescente infrator chegaram à Casa Lotérica, em uma motocicleta e, sem retirarem os capacetes, anunciaram o assalto. Um dos suspeitos, com a arma em punho, ingressou no interior do estabelecimento e mandou a funcionária entregar o dinheiro, enquanto o adolescente ficou vigiando à entrada, de onde foram roubados quase R$ 40.000,00.

Domingos, que se encontram preso na CPPA de Araguaina, desde o dia 19 de maio, tendo em vista a prática de tentativa de homicídio em face de policiais militares desta cidade e Rafael, que se encontra preso na Cadeia Púbica de Tocantinópolis, desde o dia 30 de abril, tendo em vista a prática de crime de roubo contra a casa Lotérica de Nazaré, foram interrogados pelo delegado Tiago Daniel de Moraes, e confessaram a participação no crime. Canela confessou ter recebido R$ 1.300,00 por ter emprestado a moto utilizada no assalto.

 A mesma quantia, ou seja, R$ 1.300,00, recebeu o adolescente por ter emprestado a arma de fogo. Domingos e seu comparsa dividiram o restante, ficando cada um com algo em torno R$ 18.000,00. Quanto ao dinheiro roubado, infelizmente este não foi recuperado, uma vez que, de acordo com as investigações e o próprio relato dos autores do crime, ele foi todo gasto com muitas farras, drogas e bebedeira nas cidades de Palmas, Araguaina e Tocantinópolis.

 Quanto à arma utilizada no assalto, esta foi apreendida pela Polícia Civil de Tocantinópolis, um dia depois do assalto à Casa Lotérica de Aguiarnópolis, quando foi utilizada pelo irmão de Domingos, Antonio Viera da Silva, que, em companhia de outro adolescente, praticaram um assalto no posto de venda de passagens da empresa Pipes, e acabaram sendo presos, em flagrante pela Policia Civil.

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.