O comando do Solidariedade no Estado ainda segue em processo de costura política. Depois que o deputados estaduais da legenda foram à Brasília para reivindicar a presidência da legenda a situação pode ser resolvida esta semana. Atualmente o ex­-governador Sandoval Cardoso permanece no comando do partido.

Os parlamentares voltarão a dialogar com a nacional da legenda para que os deputados Amélio Cayres ou Vilmar do Detran assumam o partido no Estado. “ Queremos essa definição logo porque está tudo parado, vamos à Brasília de novo para resolver isso”, disse Cayres ao Conexão Tocantins nesta segunda­feira.

O deputado conta que não tem objeção ao nome de Vilmar e que a intenção é consenso em nome da nova presidência da legenda. O partido tem ainda os deputados Wanderlei Barbosa e Jorge Frederico e é
a maior bancada da Assembleia Legislativa.

Nos bastidores circulam informações de que o ex­governador não quer deixar o comando do partido porém Cayres diz não ter conhecimento desta informação. “ Não conversamos mais com ele desde que saiu do governo”, conta.

A preocupação dos deputados é reorganizar e dar assistência aos líderes do partido no interior tendo em
vista as eleições do próximo ano. (Conexão TO)

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.