Em resposta as afirmações da deputada federal, Professora Dorinha (DEM), que por meio de sua assessoria, informou que a Prefeitura Municipal de Araguatins, perdeu recursos federais de suas emendas parlamentares para obras de pavimentação urbana e reforma do estádio João de Deus Miranda Rodrigues (Mirandão), o prefeito Lindomar Madalena (PSB), informou por meio de nota, que os problemas foram causados pelo ex-prefeito e atual deputado estadual, Rocha Miranda (PMDB).

Segundo Lindomar Madalena, Rocha Miranda teria saído da Prefeitura deixado uma série de pendências como, débitos previdenciários; pendências no Cadastro Único de Convênios (CAUC), da Secretaria do Tesouro Nacional (STN) e problemas na prestação de contas de convênios, fatos que impediram a Prefeitura Municipal de receber os recursos.

Lindomar afirmou desconhecer qualquer tipo de recurso referente a pavimentação, no exercício 2012, ano em que ele ainda não era prefeito, não sendo de responsabilidade da atual gestão.

Sobre a reforma e iluminação do estádio Mirandão, no exercício 2013, a obra não foi contratada em razão de inscrição do município no CAUC, por débitos previdenciários, em razão de omissão de valores no Sistema Empresa de Recolhimento do FGTS e Informações à Previdência Social (SEFIP), dos anos de 2010 e 2011, de responsabilidade do ex-gestor Rocha Miranda e renegociado em 60 meses pela atual gestão.

Um outro recursos destinado pela parlamentar já em 2014, este para ampliação do estádio Mirandão, no ano de 2014, não foi contratado em razão de inscrição no CAUC, por problemas na prestação de contas de um convênio feito por Rocha Miranda, em 2011, com o Ministério do Turismo, para a temporada de praia, cuja pendência ainda se encontra, impedindo a assinatura de novos convênios.

Lindomar ressaltou ainda que buscou todos os meios amigáveis para que Rocha Miranda corrija as pendências de sua responsabilidade, porém não teve êxito até o presente momento, e cujas pendências são impeditivas para assinatura de novos convênios.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.