IMG-20150529-WA0101

Funcionários públicos federais de Araguatins aderiram nesta sexta-feira, 29, a Campanha Salarial Unificada dos Servidores Federais, contra as medidas provisórias 664 e 665, o ajuste fiscal e o projeto de lei das terceirizações (PLC 30/2015).

Nacionalmente está sendo realizado um dia de paralisação, com atos e ações nas principais cidades regionais do país.  Em Araguatins a concentração é na avenida Araguaia. Uma carreata também foi realizada agora pela manhã.

IMG-20150529-WA0118

Entre as reivindicações, está o arquivamento do PLC 30/2015, que amplia a terceirização no país e leva à redução de salários e direitos. Os trabalhadores também lutam pelo fim do ajuste fiscal conduzido pela presidente Dilma Rousseff, que reduziu direitos trabalhistas e previdenciários e fez cortes drásticos no Orçamento.

A paralisação é o primeiro passo para uma greve geral, salientou o manifestante Wellington Vieira. “Estão retirando todos os nossos direitos, através do Congresso Nacional com o aval de Dilma Rousseff. Essa paralisação de hoje vai preparar os trabalhadores para a construção da greve geral no país”.

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: folhadobico@hotmail.com que iremos analisar.