IMG-20150527-WA0006

No início da semana, o governador Marcelo Miranda (PMDB), recebeu no Palácio Araguaia, em audiência o diretor geral do Hospital Regional de Augustinópolis (HRAUG), Ho-Che-Min Vieira da Silva, acompanhado do ex-deputado federal e empresário, Raimundo Cabeludo.

A audiência serviu para o governador reiterar apoio a direção do HRAUG e tratar de assuntos como a ampliação de serviços ofertados a população do Bico e a contratação de mais especialistas médicos visando a melhoria dos serviços.

Ho-Che-Min também aproveitou para comentar sobre declarações dadas na imprensa, por secretários municipais que reclamaram sobre a condução da instituição. “Assumiu a direção geral desta Unidade de Saúde em fevereiro de 2015 e que, na referida ocasião, encontrei o hospital fragmentado entre as clínicas cirúrgicas, ortopedia e obstetrícia no município de Araguatins e a Clínica Pediátrica e Médica em Augustinópolis. Diante das inúmeras dificuldades encontradas na condução e manutenção dos serviços, nós estamos trabalhando de forma lícita, democrática e em prol da assistência à saúde da comunidade biquense, sem qualquer distinção partidária ou sob interferência de secretários de Saúde da região”, disse.

Ho-Che-Min informou ainda, que cumpre devidamente o Programa Pactuado Integrado (PPI), sem prejuízos aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), prestando, inclusive, serviços hospitalares a alguns municípios que não são pactuados com a unidade. “É importante ressaltar que é de responsabilidade de cada município realizar o agendamento dos serviços pactuados junto à Central de Regulação (SISREG), o que não ocorre na maioria das vezes, levando o usuário a procurar pessoalmente a Direção para realizar o agendamento”, explicou e continuou, “Em média, cerca de 20 pessoas são atendidas por dia, em livre demanda ou demandas judiciais dos municípios que não tomaram providências. Fato que ocasiona transtornos e a descrédito do município de origem e o desgaste entre os respectivos gestores”.

O diretor informou também que o serviço de cirurgia eletiva encontra-se parcialmente suspenso e que o HRAUG está atendendo somente as demandas judiciais, patologias de reincidência hospitalar (miomatose uterina, colecistite e outros) e os casos de urgência e emergência, todos comprovados documentalmente, e que os procedimentos em questão serão retomados em sua normalidade tão logo a clínica cirúrgica retorne ao município de Augustinópolis.

“Para você ter uma idéia, quando dirigi o hospital anteriormente de 2011 a 2012, trouxe várias especialidades para diminuir o déficit da região, tais como: dermatologia, radiologista, mastologista, cirurgião pediátrico, endoscopista, ultrassonografista, urologista, cirurgião geral, pediatra e coloproctologista, entre outros. Atualmente, com objetivo de aumentar a oferta dos serviços prestados aos municípios, foi ampliado o quadro com a contratação de novos profissionais especialistas, para um total de 10, nas seguintes clínicas: ginecologia (02), cirurgia geral, (02), pediatria (02), otorrinolaringologia (02), ortopedia e infectologia (01), nutrição (01), clínica geral (03), neurologia (01) e ultrassonografia (01)” afirmou Ho-Che-Min.

O diretor do HRAUG encerrou a entrevista dizendo que o hospital tem buscardo qualificar os serviços de saúde. “Ressalto que todos os esforços estão sendo empreendidos na devida eficiente e qualificada prestação dos serviços de saúde. Quero destacar que a direção está aberta e à disposição para qualquer cidadão da comunidade biquense, seja para atendimento, quanto aos serviços oferecidos por esta unidade, seja para eventual esclarecimento u sugestão” finalizou.

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: folhadobico@hotmail.com que iremos analisar.