1000 (2)

A Feira de Tecnologia Agropecuária do Tocantins (Agrotins Brasil 2015), contará em sua 15ª edição com um total de 50 caravanas de produtores rurais e estudantes dos diversos municípios do Estado. Com isso, o Governo do Tocantins, por meio da Secretaria de Desenvolvimento da Agricultura e Pecuária (Seagro), garantirá a participação de mais de dois mil agricultores na Feira, que teve início nesta terça-feira, 5 e prossegue até sábado, 9, no Centro Agrotecnológico de Palmas.

O secretário da Seagro, Clemente Barros, falou sobre a importância da participação dos pequenos produtores para que obtenham conhecimentos que poderão ser aplicados em suas propriedades. A participação dos estudantes também é de extrema importância para que conheçam as mais recentes tecnologias aplicadas ao setor agropecuário. “Garantir a participação de agricultores e estudantes é a prova de que eles têm valor e de que acreditamos no futuro do nosso Estado”, disse o secretário.

Nesse ano, serão contemplados estudantes das Escolas Família Agrícola (EFAs) e escolas técnicas, filhos de agricultores familiares; assentados da Reforma Agrária, beneficiários do Crédito Fundiário, comunidades indígenas e quilombolas, extrativistas, pescadores artesanais e agricultores familiares de diversos municípios do Estado.

Segundo o engenheiro agrônomo da Seagro, Marcelo Caldeira, a organização das caravanas nos municípios será coordenada pelo Ruraltins, já a Seagro está responsável pela recepção, alimentação e hospedagem dos participantes. “Vamos dar oportunidade para a participação dos produtores em palestras técnicas, clínicas tecnológicas, dia de campo, minicursos, dinâmicas, dentre outras atividades, de acordo com sua área de interesse”, adiantou.

Realização

Com o slogan “Novos conhecimentos para todos os campos”, a feira é promovida pelo Governo do Estado do Tocantins, por meio da Seagro e vinculadas, Agência da Defesa Agropecuária (Adapec), Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins), Instituto de Terras do Tocantins (Itertins) e apoio de instituições financeiras e entidades de classe ligadas ao setor produtivo.

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.