O governo do Tocantins vai retomar o programa Água para Todos. Mas para isto teve de firmar um acordo com o Ministério da Integração Nacional, estabelecendo medidas e prazos para garantir a execução do programa que vai beneficiar mais de 11 mil famílias que sofrem com a seca na região sudeste do Estado.

O presidente da Agência Tocantinense de Saneamento (ATS), Eder Fernandes, esteve em Brasília e confirma a aprovação de um novo cronograma. Ainda de acordo com o presidente da ATS o Estado corria o risco de devolver cerca de R$ 72 milhões ao governo federal.  Eder Fernandes afirmou também que no acordo fechado com o Ministério, está previsto um prazo para apurar as responsabilidades pelo alto número de cadastros com supostas irregularidades e tomar as medidas jurídicas cabíveis.

O programa Água Para Todos teve início em 2012, quando o Ministério da Integração Nacional firmou convênio com o Governo do Tocantins para aquisição de 11.350 cisternas destinadas a famílias da região sudeste que durante o período de seca sofrem com a falta de água. Em janeiro deste ano, a nova gestão identificou que apenas 16% do programa havia sido executado e o Estado já havia sido notificado e informado que seriam tomadas medidas para que houvesse a devolução dos recursos. (colaborou Jaciara França)

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.