minutoIntegrantes do Fórum de Defesa de Altamira protestaram nesta quinta-feira (7) contra a liberação da licença de operação da Usina de Belo Monte. O grupo é composto por 30 entidades sociais. A licença autoriza o funcionamento da usina para gerar energia.

A Norte Energia, e a empresa informou que as obras que condicionam a licença de operação da Usina Hidrelétrica Belo Monte estão sendo cumpridas rigorosamente e que as obrigações da empresa são vistoriadas pelos órgãos federais responsáveis, os quais recebem relatórios regularmente sobre o avanço das obras do Projeto Básico Ambiental (PBA) da usina. A empresa ainda afirma que foram investidos na cidade mais de R$ 1 bilhão dos R$ 3,2 bilhões previstos no Plano Básico Ambiental, que envolvem ações em habitação, saúde, educação, saneamento, infraestrutura, segurança e geração de emprego e renda.

Segundo os manifestantes, essas compensações obrigatórias devido aos impactos gerados pela construção da usina ainda não foram cumpridas. O protesto terminou em frente ao prédio da Justiça Federal, onde foi entregue um documento com as reivindicações.

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.