Benhur de Souza_AL

A deputada estadual e vice-presidente da Assembleia Legislativa, Luana Ribeiro (PR), fará uma visita ao Hospital Geral de Palmas (HGP) e  ao Hospital e Maternidade Dona Regina, ambos em Palmas, nesta terça-feira, 19, para verificar a situação das duas unidades de saúde. O horário ainda será definido.

O anúncio foi feito pela parlamentar durante a audiência pública que discutiu a crise na saúde do Estado,nesta segunda-feira, 18. “Quero ver in loco a situação, porque tenho recebido muitas reclamações de pacientes e profissionais que se veem em dilemas diários por falta de estrutura”, afirmou. De acordo com a deputada, muitos profissionais têm que escolher a quem socorrer primeiro. “A vida é o bem mais precioso que temos. A população não pode pagar essa fatura com a própria vida”.

Na ocasião, o secretário de Saúde, Samuel Bonilha  a superintendente de planejamento do Sistema Único de Saúde (SUS), Luiza Regina Dias Noleto, apresentaram o  Relatório Anual de Gestão de 2014 da Secretaria da Saúde (Sesau). Segundo dados apresentados, houve um aumento da receita anual de saúde. De acordo com a Sesau, dos 13 indicadores de objetivos que estão do Plano Estadual de Saúde (PES) e Plano Plurianual (PPA) 2012-2015, oito foram alcançados entre 76% a 100%, um foi alcançado entre 51% a 75%, um foi alcançado entre 1% a 50% e três não foram alcançados. Já das 221 metas estabelecidas no PES e PPA, 113 foram atingidas entre 76% a 100%, 13 foram atingidas entre 51% a 75%, 29 foram atingidas entre 1% a 50%, 66 não foram realizadas/atingidas e três não foram mensuradas.

 “De acordo com o que foi apresentado, apesar das dificuldades que o Brasil enfrenta nas questões de recursos, os números da saúde do Tocantins são positivos, então o nosso problema é de gestão mesmo”,  constatou Luana. A parlamentar apontou ainda que é preciso administrar  não somente a saúde, mas as outras áreas que acabam desaguando no sistema. Por exemplo,  se há muitos registros de acidentados  ou de pessoas machucadas por situações de violência, é preciso eliminar as causas do problema, segundo ela. “Não tem como administrar saúde isoladamente, é um conjunto que envolve outras áreas da gestão”, destacou. 

Recursos deixados por João Ribeiro

Durante a audiência, Luana Ribeiro também parabenizou a equipe técnica da Secretaria de Saúde pelo esforço contínuo em melhorar o serviço prestado. E lembrou que os recursos para os 26 pólos da academia de saúde foram alocados pelo senador João Ribeiro (in memoriam). “Meu pai partiu, mas o legado dele ficou e ficará por muito tempo”, afirmou. A parlamentar também questionou sobre as obras do Banco de tecido ocular . “O Tocantins é o único estado que ainda não possui o banco e quando a gente acha que ele será concluído, descobrimos que ainda falta muito”, desabafou. O secretário Samuel Bonilha disse que a obra já foi finalizada e que estão sendo adquiridos equipamentos para a oferta do serviço.

 A audiência foi encerrada com mais um anúncio de reunião do secretário para apresentar os dados do primeiro quadrimestre de sua gestão. (Com informações Ascom/AL)

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: folhadobico@hotmail.com que iremos analisar.