image (1)

Foi identificado o policial suspeito de matar no último domingo, em Nazaré, João Batista de Sousa Barros, de 49 anos, com quatros tiros. O cabo da Polícia Militar (PM) Maurílio Leite, que está afastado do serviço por licença médica, teria atirado após uma discussão entre seu pai e a vítima.  Um vídeo feito por testemunhas mostrou a confusão.

Nos vídeos, mostram a vítima e suspeito discutindo, em um trecho o PM diz: “Eu tenho vergonha na minha cara”, e a vítima respondeu: “Você não tem, se tivesse você não tinha andado aqui”. “Eu passei pra deixar a tua mãe.” Em um dos vídeos é registrado os primeiros tiros.

No dia do crime, populares tentaram socorrer a vítima, levando-o para o hospital, mas ele não resistiu aos ferimentos e morreu.

O PM é lotado no 2º BPM de Araguaína e de acordo com a própria polícia, o caso já foi repassado para a Polícia Civil. O PM se apresentou na delegacia de plantão de Araguaína, com um advogado, foi ouvido e liberado. (Jornal do Tocantins)

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: folhadobico@hotmail.com que iremos analisar.