Prédios antigos, falta de policiais e veículos parados. Assim se encontra atualmente a situação da Polícia Militar em alguns municípios do Médio Mearim. Como é o caso da cidade de Lago Verde. No local, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (Ibge), que possui 15.555 habitantes, a presença do efetivo é de apenas sete policiais militares, sendo que somente dois trabalham em período de plantão.

A ausência de policiais acaba virando um reflexo no cotidiano dos próprios moradores da cidade, que incomodados com a falta de segurança não sabem mais a quem recorrer em um momento de perigo.

Pelo menos é o que afirma a dona de casa Maria de Nazaré Silva. Ela diz que na região o índice de criminalidade é alto e a polícia não toma nenhuma providência. “Acontece aqui muita coisa e não tem polícia para tomar providências e as pessoas aqui não sabem o que vão fazer”, desabafa.

Na cidade vizinha, Conceição do Lago-Açú, a 365 km de São Luís, a situação não é diferente. Para dar conta da segurança dos quase 15.600 habitantes, os policiais militares se viram como podem. O único transporte deles é uma moto, que segundo o morador e comerciante Ronaldo Vieira, e sempre apresenta problemas. “Um dia desses dois policiais estavam empurrando uma moto pra pegar porque não tinha bateria”, revela.

Segundo a Polícia Militar, o município de Conceição do Lago-Açú é considerado como um local bastante violento. A cidade maranhense já chegou a registrar seis homicídios em um só mês.

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.