image

O Sindicato dos Servidores Públicos do Tocantins (Sisepe) aguarda uma reunião com o governador Marcelo Miranda (PMDB) até esta quarta-feira, 27, para discutir a data-base dos funcionários públicos concursados.  Na manhã desta terça-feira, 26, os sindicalistas rejeitaram a proposta de revisão do Executivo de 8,34%, dividida em três parcelas, sendo uma de 1%, seja paga no próximo mês e outras duas parcelas de 3,34% (janeiro) e 4% (maio).

De acordo com o presidente do Sisepe, Cleiton Pinheiro, após a reunião pela manhã, os sindicalistas seguiram para o Palácio do governo, para entregar um ofício que informa a decisão. Contudo, o grupo foi recebido pelo secretário da Casa Civil, Télio Leão Aires, que segundo Pinheiro teria afirmado que tentaria um encontro dos sindicalistas com o governador.

“Elaboramos nossa contraproposta e queremos entregar na mão do governador. A data-base deve ser cumprida integralmente no mês de maio, sem parcelamento”, informou o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos do Tocantins (Sisepe), Cleiton Pinheiro. Segundo ele, o governo terá que negociar a proposta de data-base.

Após receberem a proposta, os sindicatos criticaram o parcelamento da data-base, ressaltando que a revisão geral anual dos vencimentos com base no Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) é direito dos servidores e não pode ser dividida. (JT)

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.