Resize (1)

O governador Simão Jatene recebeu nesta terça-feira, 5, a equipe de diretores da Sinobrás (Siderúrgica Norte Brasil S.A.) para tratar da expansão da empresa, que deverá gerar 500 novos empregos diretos e 1.300 indiretos para a região de Marabá até o ano de 2016.

De acordo a diretoria da Sinobrás, a empresa siderúrgica planeja expandir a sua capacidade produtiva anual de 300 mil toneladas para 800 mil ton/ano. Para isso, a empresa, que é uma das sócias do Consórcio Belo Monte, precisa instalar um novo sistema de transmissão de energia em Marabá. “Nós captaremos energia de Belo Monte para a utilização na fase de operação da expansão, por isso viemos conversar sobre a linha de transmissão que passará dentro do distrito industrial de Marabá, ligando a subestação Itacaiunas de Marabá até a Sinobrás. O que estamos agora tratando é da área, uma vez que a construção desse sistema será de responsabilidade da nossa empresa”, explica Ian Corrêa, vice presidente da Sinobrás.

Para o governador Simão Jatene, os investimentos da empresa no Estado são de grande interesse público. “É de interesse nosso que a Sinobrás expanda e invista no Estado, pois isso fortalece a região e gera emprego e renda. O Pará tem essa característica diferenciada pelos recursos energéticos e minerais, por isso precisamos fazer com este benefícios retornem ao Estado de maneira racional e equilibrada”, disse o governador.

A Sinobrás possui hoje mais de 1300 colaboradores diretos e mais de 500 indiretos dentro da empresa. Aproximadamente 90% dos funcionários são paraenses. Durante a fase de inicial da expansão, que já está em andamento, a previsão é de que 1200 pessoas sejam contratadas. Após esta etapa, a siderúrgica terá um mínimo de 500 novos colaboradores diretos na fase de operação.

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: folhadobico@hotmail.com que iremos analisar.