Tocantinópolis Esporte Clube (TEC) e Interporto entram em campo neste sábado, 30, às 16 goras, no Estádio General Sampaio, em Porto Nacional para iniciar a decisão da 23ª edição do Campeonato Tocantinense. Será uma revanche da final do ano passado quando o Interporto venceu os dois jogos por 1 x 0 e ficou com taça.

Por ter feito melhor campanha ao longo do campeonato – 29 pontos contra 26 do Interporto, o Tocantinópolis, além de fazer o jogo decisivo em casa, no próximo domingo, dia 7 de junho, jogará por dois resultados iguais (dois empates ou vitória e derrota pelo mesmo placar).

Equipes

Pelos lados do Interporto, o técnico Roberto Oliveira disse que agora não tem o que fazer e que só espera o momento do jogo para buscar um resultado positivo e tentar inverter a vantagem que pertence ao adversário. Mas terá problemas para escalar a equipe, já que perdeu dois jogadores importantes no setor defensivo, como o lateral-direito Daylson e o zagueiro Helber, ambos com o terceiro cartão amarelo. E ainda terá o desfalque no banco de reservas o atacante Fabinho, que também está suspenso pelo cartão amarelo.

Em compensação, o técnico ganhou o retorno do volante Paulo Roberto, que ficou fora do jogo contra o Palmas, pois cumpriu a automática pelo terceiro amarelo.

A expectativa da diretoria é que 1.500 torcedores possam prestigiar o Tigre no General Sampaio. O torcedor que quiser adquirir o ingresso poderá efetuar a compra no valor de R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia), a partir das 9 horas, no palco da decisão.

Tocantinópolis

Dono da melhor campanha ao longo do campeonato com oito vitórias, o Tocantinópolis promete jogar em cima do Interporto para tentar ampliar a vantagem, que hoje é jogar por dois resultados iguais. O técnico Neto realizou ontem na Escolinha Nilton Santos, na Capital, um recreativo e os jogadores se mostraram bastantes tranquilos para a decisão. O atacante Jean, de apenas 20 anos, disse que o objetivo é não perder este primeiro jogo. Já o atacante Vagner Sergipano, 30 anos, e que chegou no segundo turno, garante que o time está confiante. “Fizemos um campeonato muito bom e agora é seguir neste ritmo para buscar um resultado positivo em Porto Nacional hoje”, aposta o atacante que marcou apenas um gol na competição.

O treinador terá à sua disposição praticamente o elenco completo com exceção do atacante Maranhão, que está lesionado e nem viajou. A boa notícia é o retorno do meio-campista Sávio, que cumpriu suspensão automática pelo terceiro amarelo.

Costa aposta no bom momento do time na competição para tentar a vitória hoje. “Não vamos mudar a maneira de jogar. Meu time joga sempre ofensivo e não vou ficar atuando na defesa, por causa do regulamento”, garantiu o treinador, que busca o primeiro título no time profissional.

História

Esta será a terceira final que as duas equipes vão protagonizar ao longo da história. Nas duas primeiras, o time portunense levou a melhor, vencendo nos anos de 1999 e 2014, ambas na casa do Tocantinópolis. O Tigre vai em busca do o terceiro título consecutivo, já que faturou em 2013 e 2014, enquanto o Verdão do Norte tenta quebrar um jejum de 13 anos, pois a última conquista ocorreu em 2002 contra o Palmas, no Estádio Nilton Santos, na Capital.

O campeão Tocantinense garante vaga na Copa do Brasil e Brasileiro da Série D 2016 e o vice-campeão fica com a vaga da Copa Norte. (Jornal do Tocantins)

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: folhadobico@hotmail.com que iremos analisar.