IMG-20160501-WA0342 (Copy)

Durante as comemorações do 45ª Aniversário do distrito de Macaúba, o deputado araguatinense, Rocha Miranda (PMDB), passou por momentos de constrangimento. Eleito com grandiosa votação no município de Araguatins, sendo também disparado o majoritário na Macaúba, o deputado araguatinense, teve de assistir acuado, seu colega de Parlamento, Amélio Cayres (SD), entregar junto com o prefeito Lindomar Madalena (PSB) e vereadores, uma ambulância nova, para a comunidade.

Apesar de estar caminhando para a metade de seu mandato, Rocha Miranda, ainda não destinou nenhum recurso para o distrito. A reclamação da comunidade após o evento foi maior ainda, porque quando Rocha Miranda era prefeito, o na época vereador Professor Di Assis, conseguiu junto ao deputado federal, César Halum (PRB), uma ambulância para atender a população do distrito. Mas o veículo ficou poucos meses na comunidade e foi levada para a sede do município de Araguatins, deixando a população de Macaúba desguarnecida.

IMG-20160501-WA0418 (Copy)

Durante pronunciamento, Amélio disse que a ambulância era fruto de suas emendas parlamentares e que havia o compromisso do prefeito Lindomar Madalena, de não retirar o beneficio da comunidade. “É com muita satisfação que estamos atendendo o pedido da comunidade, nessa data oportuna. Tenho uma obrigação com Araguatins que me deu uma boa votação. Só na Saúde este é o segundo recurso que envio para cá. Quero lembrar que 100% do dinheiro que custeou a ampliação do Hospital Municipal, que deve ser inaugurado nos próximos dias é fruto de nossas emendas. Estamos buscando mais e podem ter certeza que temos compromisso com Araguatins”, afirmou.

Já o prefeito, Lindomar Madalena, confirmou que fez o compromisso com Amélio e a ambulância vai atender exclusivamente a comunidade de Macaúba.

IMG-20160501-WA0347 (Copy)

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.