Serviços de terraplanagem foram iniciados na área de 2.700 m² no bairro Parque Alvorada. Foto: Jackson Silva/Sinfra
Serviços de terraplanagem foram iniciados na área de 2.700 m² no bairro Parque Alvorada.

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Infraestrutura, está construindo uma escola de ensino médio, no bairro Parque Alvorada, em Imperatriz. Os serviços de terraplanagem começaram e a previsão de conclusão da obra é para o mês de março do próximo ano. O investimento é de mais de R$ 1 milhão e a estimativa é atender a 400 alunos.

Resultado de uma parceria entre Estado, Prefeitura e de uma emenda do deputado estadual Março Aurélio, a escola Amaral Raposo contará com uma área construída de 2.700 m² dispondo de dez salas de aula. Para o secretário de Estado da Infraestrutura, Clayton Noleto, a iniciativa é um reflexo da atenção que o Governo Flávio Dino tem com a educação no Maranhão. “Os estudantes são o futuro do Maranhão e merecem toda a atenção do nosso estado”, afirmou.

O marceneiro, Antônio Francisco Carvalho, conta que ficará mais despreocupado com a segurança do filho, já que o trajeto até a escola será bem menor. “Ele pode ir para escola com mais comodidade e segurança porque fica mais perto de casa. E também vão surgir mais vagas para os alunos”, avaliou.

Reformas

Outra ação do Governo do Estado em prol da educação são as reformas de 63 escolas em várias regiões do Maranhão. As unidades escolares recebem reparos estruturais, nas instalações elétricas, hidráulicas, acabamento e adequação nos banheiros para pessoas com deficiência. A maioria das escolas não recebia melhorias há pelo menos 30 anos.

Além disso, as escolas estão sendo climatizadas. “O Maranhão é um estado com altas temperaturas. É fundamental ter um ambiente climatizado para garantir o conforto da comunidade escolar e, consequentemente, melhores condições de ensino e de aprendizagem”, disse Clayton Noleto.

Na região Sul do Maranhão são sete escolas em reforma: Vicente Yanez Pizon, no Ribeirãozinho; Newton Barjonas Lobão e Vespasiano Ramos, em Imperatriz; Rio Amazonas e Henrique de La Roque, em João Lisboa; Tobias Barreto e Professora Norma Suely Mendes – a antiga Isabel Cafeteira, em Açailândia; beneficiando mais de 11 mil estudantes.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: folhadobico@hotmail.com que iremos analisar.